Espermatozoides têm que ser comunistas em Pequim

Um dos principais bancos de esperma de Pequim exige que doadores sejam fiéis "à causa do Partido Comunista chinês"

ChinaChina - Foto: Reprodução/ Google Maps

"Ser fiel à causa do Partido Comunista chinês" é a exigência surpreendente imposta a partir de agora aos doadores de um dos principais bancos de esperma de Pequim, em um contexto de endurecimento ideológico na China.

O requisito aparece mencionado em um chamado a doadores lançado na quarta-feira pelo hospital número 3 da Universidade de Pequim.

Leia também:
China anuncia novas tarifas a produtos americanos


Os potenciais doadores não devem sofrer de doenças genéticas nem infecciosas, e devem ter "um fundo ideológico saudável", indica uma nota publicada pelo hospital na rede social WeChat.

Os homens de entre 20 e 45 anos que desejem doar seu esperma devem "amar a pátria socialista, apoiar o governo do Partido Comunista, ser fiéis à causa do partido, demonstrar integridade moral, ter boa conduta, respeitar a disciplina e as leis e não ter nenhum problema político", segundo a mesma fonte.

O hospital não precisou como verificará se os doadores cumprem as exigências políticas, e a AFP não obteve resposta ao entrar em contato com o estabelecimento para saber se estas fazem parte de uma campanha do governo.

Veja também

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França, informa Itamaraty
internacional

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França

Glenn Greenwald acusa Intercept de censura e anuncia saída do site
censura

Glenn Greenwald acusa Intercept de censura e anuncia saída do site