Carro-bomba

Estado Islâmico deixa nove mortos em atentado no Afeganistão

Explosão em frente ao Departamento de Finanças da cidade de Jalalabad, deixou ainda 36 feridos. Quatro homens armados invadiram o prédio. Confronto com a polícia durou quatro horas

Ao menos nove pessoas morreram em um ataque com explosivos e armas de fogo contra um edifício governamental na cidade afegã de Jalalabad, neste domingo (13), realizado pelo Estado Islâmico.

O ataque começou ao meio-dia com a explosão de um carro-bomba em frente à entrada do edifício da administração de finanças da cidade.

Quatro homens armados aproveitaram esse primeiro estouro para entrar no prédio, disse à AFP o porta-voz do governador da província de Nangarhar, Attaullah Khogyani. Todos foram mortos pela Polícia durante o confronto que durou cerca de quatro horas.

"Infelizmente, perdemos três membros da equipe. Morreram na explosão que aconteceu na entrada", informou o diretor do Departamento de Finanças, Abdullah Raqibi.

Todos os funcionários foram evacuados do prédio, de acordo com Raqibi.

Segundo a agência de propaganda Amaq, o grupo Estado Islâmico reivindicou o ataque que também resultou em 36 feridos.

"Meus amigos correram para se esconder. Eu saltei de uma janela do segundo andar. Machuquei um braço e uma perna, mas consegui sair do prédio. Alguns dos meus amigos continuam presos lá dentro", contou à AFP Qaisar, um empregado da administração atacada.

Os corpos de um policial e de oito civis, incluindo os funcionários do Departamento das Finanças, foram levados para o hospital da cidade, indicou Najibullah Kamawal, chefe dos serviços de Saúde.

str-emh/st/jac/elp/gh/acc-gm/age/mc/tt

© Agence France-Presse

Veja também

Pandemia desacelera, mas EUA não se dispõe a abrir fronteiras como a UE
Internacional

Pandemia desacelera, mas EUA não se dispõe a abrir fronteiras como a UE

Itália suspenderá obrigatoriedade das máscaras ao ar livre em 28 de junho
Europa

Itália suspenderá obrigatoriedade das máscaras ao ar livre em 28 de junho