Estado Islâmico reivindica ataque contra televisão afegã

As forças afegãs mataram três membros do grupo, segundo informou à Agência Efe o porta-voz da Polícia de Nangarhar, Hazrat Hussain Mashriqiwal

Ataque a televisão no AfeganistãoAtaque a televisão no Afeganistão - Foto: Noorullah Shirzada/AFP

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta quarta-feira (17) o ataque contra a sede da Rádio Televisão Nacional de Afeganistão (RTA) em Jalalabad, capital da província oriental de Nangarhar, no qual pelo menos dois civis morreram. A informação é da Agência EFE.

A reivindicação do ataque foi assumida por meio de um comunicado publicado pela agência de notícias "Amaq", vinculada aos terroristas, e divulgada por canais jihadistas no Telegram.

As forças afegãs mataram três membros do grupo, segundo informou à Agência Efe o porta-voz da Polícia de Nangarhar, Hazrat Hussain Mashriqiwal.

O diretor de Saúde Pública de Nangarhar, Najibullah Kamawal, apontou à Agência Efe que até há dois mortos e 17 feridos.

A província de Nangarhar, fronteira com o Paquistão, é uma das mais violentas do Afeganistão e fortalece o grupo jihadista Estado Islâmico no país asiático, além de ter uma importante presença dos talibãs.

Veja também

Índia vai exportar doses de vacina para Brasil nesta sexta-feira (22)
Covid-19

Índia vai exportar doses de vacina para Brasil nesta sexta-feira (22)

Mais de 30 mortos em duplo atentado suicida em Bagdá
ATAQUE

Mais de 30 mortos em duplo atentado suicida em Bagdá