Estrela de Trump na calçada da fama de Hollywood é depredada

"Isto é tão ruim quanto atacar a Estátua da Liberdade", disse uma eleitora do republicano

Estrela de Trump é depredada Estrela de Trump é depredada  - Foto: David McNew/AFP

A estrela de Donald Trump na calçada da fama de Hollywood, em Los Angeles (Califórnia), ficou danificada depois que um crítico do candidato republicano a depredou nesta quarta-feira (26) usando uma picareta e um martelo, a 13 dias das eleições presidenciais americanas. Um homem que se identificou para uma agência de notícias local como James Lambert Otis arrancou as letras em dourado com o nome do magnata e o logo em forma de televisor.

Otis disse que sua intenção era remover completamente a estrela da calçada do Hollywood Boulevard, com o objetivo de leiloá-la e doar o dinheiro às mulheres que alegaram ter sido assediadas sexualmente por Trump - acusações que o candidato nega -, mas não conseguiu arrancar a placa do pavimento. "Foi muito difícil, a pedra era como mármore, difícil de tirar", disse, cerca de uma hora após a tentativa fracassada, que ocorreu às 5h45 da manhã (horário local).

Otis tentará vender os pedaços que arrancou, e não descarta a possibilidade de voltar ao local para danificar ainda mais a estrela que Trump recebeu em 2007 pelo seu trabalho no reality show "The Apprentice" (O Aprendiz). "Não tenho medo de ir para a prisão e definitivamente não tenho medo do senhor Trump", disse Otis, que assegura ter sido detido 24 vezes em protestos por outras causas. "Isto é tão ruim quanto atacar a Estátua da Liberdade", disse à AFP Melsore Larry Green, de 65 anos, que apoia o republicano. "Isto é vergonhoso, e o que vai conseguir é que Trump ganhe mais votos", acrescentou.

Não é a primeira vez que a estrela de Trump é alvo de protestos. Em julho, um artista de rua de Los Angeles a rodeou com um muro de 15 centímetros, feito de tábuas de madeira e coberto com arame farpado, em uma crítica à promessa de campanha do candidato de construir um muro na fronteira entre o México e os Estados Unidos para deter a imigração ilegal.

No ano passado, excrementos foram deixados na estrela, e alguém desenhou um grande X amarelo sobre ela. No início deste ano, uma suástica foi pintada em cima da placa. O departamento de polícia de Los Angeles informou que abriu uma investigação sobre o incidente. "Temos vídeos de segurança, assim como um vídeo que foi publicado na internet. Nossos detetives estão analisando o material e confiam em que identificarão o suspeito", disse Liliana Preciado, porta-voz do corpo de segurança.

Veja também

Ataque suicida perto de escola deixa 18 mortos no Afeganistão
TERROR

Ataque suicida perto de escola deixa 18 mortos no Afeganistão

Espanha considera 'estado de alarme' por Covid-19; Madri impõe novas restrições
Coronavírus

Espanha considera 'estado de alarme' por Covid-19; Madri impõe novas restrições