EUA dizem que Síria usa "crematório" para ocultar massacres

Foram apresentadas imagens de satélites que aparentemente mostram a neve derretendo no teto dessas instalações

Congresso do EUACongresso do EUA - Foto: Saul Loeb / AFP

O governo da Síria teria instalado um crematório no complexo penitenciário de Saidnaya, ao norte de Damasco, para destruir os corpos de milhares de prisioneiros executados nos últimos anos, denunciaram os Estados Unidos nesta segunda-feira (15).

Stuart Jones, sub-secretário interino do Departamento de Estado para o Oriente Médio, apresentou a jornalistas imagens de satélites que aparentemente mostram a neve derretendo no teto dessas instalações.

Ele acusou a Síria de cometer "assassinatos em massa" e pediu que o governo do presidente Bashar al-Assad acabe com "essas atrocidades".

Veja também

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas
Polêmica

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas

Joe Biden e Kamala Harris homenageiam 400 mil vítimas da Covid-19 no país
Estados Unidos

Biden e Kamala homenageiam 400 mil vítimas da Covid-19