EUA em alerta por furacão

Mattew já deixou ao menos 11 mortos em países do Caribe e provoca rastro de destruição em estradas e nas comunicações

A Bela e a Fera In ConcertA Bela e a Fera In Concert - Foto: Divulgação

 

O poderoso furacão Mattew atin­giu as Bahamas, com ventos de quase 200 km/h e chuvas torrenciais, após deixar nove mortos no Haiti e na República Dominicana, além de grandes danos na cidade mais antiga de Cuba. Previsões do Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos é que Matthew estaria muito próximo à costa Leste do estado da Flórida. O presidente Barack Obama cancelou uma viagem que faria ontem para a Flórida, onde iria participar de um comício em favor da candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton. O governador da Flórida, Rick Scott, pediu que a população do estado esteja preparada para o pior. “Os efeitos do furacão serão devastadores”, disse.

“Se o Matthew impactar diretamente a Flórida, haverá destruição em massa como não temos visto em muitos anos. Esta é uma tempestade mortal que se aproxima o nosso estado”, disse.

Segundo o governador Rick Scott, o estado colocou de prontidão milhares de integrantes da Defesa Nacional, socorristas e soldados. Todos eles deverão participar de um esforço de evacuação da população da costa para o interior do estado, caso seja necessário.

Os Estados Unidos, com a lembrança fresca do destruidor furacão Sandy em 2012 (de categoria 3), ordenaram as primeiras evacuações nos estados meridionais da costa Leste, em previsão da chegada do ciclone na noite de quinta (5).

Os estados da Flórida e Carolina do Norte decretaram estado de emergência, diante da chegada do furacão, enquanto a Carolina do Sul ordenou a evacuação da Costa desde ontem.

Cuba
O furacão Matthew chegou com intensidade ao extremo-Leste de Cuba, onde os municípios Baracoa, Imías, Maisí e San Antonio del Sur da província de Guantánamo estavam isolados e bastante destruídos.

“Foi assustador. Não sobrou nada de Baracoa, apenas escombros e restos. Os casarões coloniais no centro da cidade, que eram lindos, estão destruídos”, contou a dona de casa Quirenia Pérez, de 35 anos, que falou por celular com a AFP.

Com quase 82 mil habitantes, Baracoa é a cidade mais antiga de Cuba, com 505 anos, e polo turístico de Guantánamo, onde opera uma base americana que foi parcialmente evacuada antes da chegada do furacão.

Haiti
O furacão deixou dez mortos no Haiti e quatro na República Dominicana, países que dividem a ilha Espanhola, levando as autoridades haitianas a adiarem as eleições presidenciais e legislativas convocadas para o domingo.
Na República Dominicana, o Centro de Operações de Emergência (COE) relatou mais de 8.500 evacuados em Santo Domingo e em províncias fronteiriças com o Haiti.

 

Veja também

Chile supera meio milhão de casos de Covid-19 na véspera do plebiscito constitucional
América Latina

Chile supera meio milhão de casos de Covid-19 na véspera do plebiscito constitucional

Papa nomeia italiano novo patriarca latino de Jerusalém
Vaticano

Papa nomeia italiano novo patriarca latino de Jerusalém