Mundo

EUA planejam reforçar sanções contra Irã

O canal CNN informou que as sanções poderiam ser impostas a indivíduos, ou organismos, vinculados ao programa balístico do Irã

Presidente dos EUA, Donald Trump Presidente dos EUA, Donald Trump  - Foto: AFP

Os Estados Unidos pretendem reforçar as sanções contra o Irã, na primeira evidência concreta do endurecimento do governo de Donald Trump em relação a Teerã - informou a imprensa americana nesta quinta-feira (2).

Os noticiários americanos afirmam que as autoridades do país trabalham em novas sanções, poucas horas depois de o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Mike Flynn, ter dito que "advertiu oficialmente o Irã" sobre seus testes de mísseis e o apoio a rebeldes no Iêmen.

O canal CNN informou que as sanções poderiam ser impostas a indivíduos, ou organismos, vinculados ao programa balístico do Irã.

As novas medidas pretendem reforçar aquelas tomadas pelo governo anterior de Barack Obama, que se concentraram em companhias e no comando de mísseis da Guarda Revolucionária.

As novas sanções colocam em risco o acordo entre potências ocidentais e o Irã para que o país suspenda seu programa nuclear em troca do alívio dessas medidas.

Veja também

Reino Unido confirma transmissão local da varíola dos macacos
Doença

Reino Unido confirma transmissão local da varíola dos macacos

Inundações deixam cerca de 60 mortos em Bangladesh e na Índia
enchentes

Inundações deixam cerca de 60 mortos em Bangladesh e na Índia