EUA vão posicionar porta-aviões e bombardeiros no Oriente Médio

Segundo o conselheiro, os EUA não estão querendo guerra com o regime do Irã

O conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos (EUA), John BoltonO conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos (EUA), John Bolton - Foto: Leah Millis/Reuters

O conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos (EUA), John Bolton, anunciou que o país vai posicionar um porta-aviões de grupamento de ataque e bombardeiros no Oriente Médio, em sinal de dissuasão ao Irã.

Nesse domingo, Bolton declarou que os Estados Unidos estão enviando formação de combate com o porta-aviões USS Abraham Lincoln e uma força-tarefa de bombardeiros para a região.

Leia também:
Três pessoas são detidas em protesto na sede da embaixada da Venezuela nos EUA
BNDES financia exportação de aviões da Embraer para os Estados Unidos


O objetivo é enviar uma mensagem clara e evidente para o regime iraniano de que qualquer ataque que venha a ferir os interesses norte-americanos ou de seus aliados será retaliado com força implacável.

Segundo o conselheiro, os EUA não estão querendo guerra com o regime do Irã.

A imprensa americana divulgou a fala de uma autoridade do governo, de que as forças militares teriam sido enviadas como medida de dissuasão, devido à possível movimentação do Irã e de seus representantes, que poderia sugerir prováveis ataques às forças americanas na região.

Veja também

Pedidos de seguro-desemprego aumentam nos EUA após furacão Ida
furacão

Pedidos de seguro-desemprego aumentam nos EUA após furacão Ida

 EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China
mundo

EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China