GUERRA

Exército de Israel alerta que Hezbollah 'arrasta o Líbano para uma guerra'

Tensão na fronteira dos dois países aumentou desde o último ataque do Hamas

Soldado israelense passa por tanque de guerra na alta Galileia, no norte de Israel, perto da fronteira com o Líbano Soldado israelense passa por tanque de guerra na alta Galileia, no norte de Israel, perto da fronteira com o Líbano  - Foto: Jalaa Marey/AFP

O Exército de Israel acusou neste domingo (22) o Hezbollah de buscar uma escalada militar que poderia arrastar o Líbano para uma guerra, após novos confrontos na fronteira.

“O Hezbollah agride e arrasta o Líbano para uma guerra da qual não irá se beneficiar em absoluto, mas na qual corre o risco de perder muito”, alertou o porta-voz do Exército israelense, Jonathan Conricus, no X, antigo Twitter.

A tensão na fronteira entre Israel e o Líbano aumentou desde o ataque lançado no último dia 7 pelo movimento islamita palestino Hamas em Israel.

Última guerra matou mais de mil
A última guerra entre Israel e o Hezbollah, em 2006, deixou 1.200 libaneses mortos, a maioria civis, e 160 israelenses, a maioria militares.

A comunidade internacional teme uma expansão da guerra entre o Hamas e Israel, principalmente uma participação maior do Hezbollah, aliado do movimento islamita palestino. O Exército de Israel está em alerta máximo na fronteira com o Líbano desde o dia 7.

Os dois países estão tecnicamente em estado de guerra, e a zona fronteiriça, no sul do Líbano, é um reduto do Hezbollah, que possui uma força de ataque militar importante.

Os confrontos na fronteira causaram neste fim de semana a morte de seis combatentes do Hezbollah e de um membro da Jihad Islâmica palestina no Líbano, enquanto três soldados israelenses ficaram feridos, além de dois agricultores tailandeses.

Desde o dia 7, 36 pessoas já morreram no lado libanês, a maioria combatentes, mas também civis, entre eles um jornalista da agência de notícias Reuters. O Exército de Israel, por sua vez, reportou quatro mortos (três soldados e um civil).

Veja também

EUA: pacote de ajuda à Ucrânia supera votação-chave no Congresso
Estados Unidos

EUA: pacote de ajuda à Ucrânia supera votação-chave no Congresso

Chef peruano promove "cozinha otimizada" em refeitórios populares
Peru

Chef peruano promove "cozinha otimizada" em refeitórios populares

Newsletter