Explosão em restaurante deixa mais de 40 feridos no Japão

Segundo a agência de notícias Kyodo e o canal de TV público NHK, a explosão provocou um incêndio e desabamentos em prédios vizinhos

Quarenta e duas pessoas ficaram feridas neste domingo (16) em uma explosão num restaurante de SapporoQuarenta e duas pessoas ficaram feridas neste domingo (16) em uma explosão num restaurante de Sapporo - Foto: Jiji Press/AFP

A polícia japonesa investigava, nesta segunda-feira (17), as causas da explosão que deixou 42 feridos em um edifício onde há um restaurante, nesse domingo (16) à noite em Sapporo, na ilha de Hokkaido, no Japão. A explosão provocou um incêndio em pequenas construções de madeira próximas, motivo pelo qual caíram parcialmente. Dezenas de moradores tiveram de passar a noite em um abrigo, acrescentaram as as autoridades.

"Há 42 feridos", mas não há mortos, disse à AFP uma fonte da polícia da região de Hokkaido. Entre eles, várias crianças, um homem que sofreu queimaduras e uma mulher que pulou do prédio e quebrou a perna. As imagens de televisão mostraram os bombeiros trabalhando em meio à fumaça preta. Testemunhas disseram ter ouvido uma forte detonação.

Leia também:
Explosão perto de fábrica química mata 23 pessoas no norte da China
Tigre branco mata cuidador em zoológico no Japão


Nestaa segunda-feira (17), continuava a investigação sobre essa explosão registrada no domingo às 20h30 locais (9h30 em Brasília), segundo as autoridades. A imprensa local fala em vazamento de gás. Os investigadores estão concentrados em nove cilindros de gás propano colocados no edifício para uso das diferentes empresas que operam no imóvel.

"Ouvi um barulho de explosão, e minha casa tremeu", contou um homem na faixa dos 50 anos ao jornal "Japan Times". "Investigamos em detalhe sobre os danos com a polícia", disse uma fonte dos bombeiros. Segundo a televisão pública NHK, os bombeiros precisaram de várias horas para apagar o fogo.

No Japão, há muitas construções antigas de pequeno, ou médio, porte totalmente construídas de madeira.

Veja também

Charles não quer deixar filho de Harry se tornar príncipe, diz jornal
Família Real

Charles não quer deixar filho de Harry se tornar príncipe, diz jornal

EUA congelam negociações na área ambiental, e Brasil teme retaliação econômica
Mundo

EUA congelam negociações na área ambiental