Filho de Osama bin Laden morre em operação militar

Hamza bin Laden morreu em uma operação que contou com o apoio dos Estados Unidos

Hamza Bin Laden, filho de Osama bin LadenHamza Bin Laden, filho de Osama bin Laden - Foto: Handout/Federação de Defesa da Democracia

Hamza bin Laden, filho do finado líder jihadista Osama bin Laden e apresentado como seu herdeiro na liderança da Al-Qaeda, morreu em uma operação que contou com o apoio dos Estados Unidos, informaram nessa quarta-feira (31) o jornal New York Times e a rede de televisão NBC.

O NYT garante que Washington "teve participação" na operação na qual Hamza bin Laden, considerado um "líder-chave" da Al-Qaeda, foi morto, e cita dois funcionários americanos. A NBC noticiou a princípio que Washington tinha informações dos serviços de Inteligência sobre a morte de um homem de 30 anos, baseadas em três fontes anônimas.

Leia também:
Ele era uma criança boa até passar por lavagem cerebral, diz mãe de Bin Laden
Arquivos de Bin Laden têm filmes infantis, gatinhos e crítica ao Ocidente
Documentos de Bin Laden mostram preocupação com Estado Islâmico

 
"Não quero fazer comentários a este respeito", declarou o presidente Donald Trump ao ser questionado por jornalistas sobre a notícia. Hamza bin Laden era considerado o filho preferido - e inclusive sucessor - de Osama bin Laden, o fundador da rede na origem dos atentados de 11 de setembro de 2001.

Alguns documentos, entre eles cartas reveladas pela AFP em maio de 2015, revelam que Osama queria Hamza como seu sucessor na "guerra santa" contra o Ocidente. Hamza bin Laden havia perdido sua cidadania saudita em março passado.

Veja também

Mídia americana afirma que Trump indicará Amy Coney Barrett para Suprema Corte
internacional

Mídia americana afirma que Trump indicará Amy Coney Barrett para Suprema Corte

Em campanha por todo o país, Trump ironiza Biden por não realizar comícios
EUA

Em campanha por todo o país, Trump ironiza Biden por não realizar comícios