Furacão Matthew é rebaixado a ciclone pós-tropical

Nos EUA, fortes ventos deixaram dez mortos até o momento. No Haiti, centenas de pessoas morreram na última semana

Bohemian Rhapsody Bohemian Rhapsody  - Foto: Divulgação

O Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos rebaixou neste domingo (9) o Furacão Matthew para a categoria de ciclone pós-tropical. Os fortes ventos deixaram dez mortos no país até o momento. No Haiti, centenas de pessoas morreram após a passagem do furacão na última semana.

Apesar da redução significativa na intensidade dos ventos, que chegaram a 210 quilômetros por hora na última sexta-feira (7), o serviço meteorológico norte-americano alerta que os perigos ainda são grandes e não devem ser minimizados. Para hoje, a previsão é que os ventos atinjam até 120 quilômetros por hora.

“Matthew vai continuar a provocar fortes chuvas, com enchentes ameaçadoras e tempestades perigosas em áreas próximas ao Oceano Atlântico”, informou o órgão.

Sites oficiais de Savannah, cidade mais antiga da Geórgia, e de Charleston, na Carolina do Sul, orientam os turistas a permanecerem em seus hotéis ou até mesmo a sair da cidade se houver um aumento das inundações.

Estragos no Haiti

Tropas brasileiras no Haiti trabalham no envio de comida e remédios para a população mais atingida pelo Matthew no país. A região oeste foi a mais castigada pela passagem do fenômeno.

A Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (Minustah) informou que os militares atuam desde o carregamento de navios que saem da capital Porto Príncipe com donativos até a reconstrução de estradas e organização da distribuição dos mantimentos.

Até o momento, foram confirmadas 877 mortes no Haiti provocadas pelo furacão. A Minustah, entretanto, estima mais de mil óbitos. Não há registro de mortos entre os soldados das forças da Organização das Nações Unidas (ONU).

Veja também

Cientistas advertem que particulas do coronavírus no ar podem ser infecciosas
Alerta

Cientistas advertem que particulas do coronavírus no ar podem ser infecciosas

Ministério Público da Bolívia pede prisão de Evo por terrorismo

Ministério Público da Bolívia pede prisão de Evo por terrorismo