General e oito soldados morrem em explosão de túnel na Síria

Segundo a ONG, os rebeldes colocaram explosivos no túnel, na cidade de Harasta que explodiram na passagem dos militares

Um general sírio e oito soldados morreram na noite desta terça-feira na explosão de um túnel na região de Damasco, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Segundo a ONG, os rebeldes colocaram explosivos no túnel, na cidade de Harasta, nordeste de Damasco, que explodiram na passagem dos militares. "A explosão matou um general e outros oito membros das forças do regime, além de deixar vários feridos", informou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

O número de mortos deve aumentar porque muitos feridos estão em estado crítico. "O túnel desabou e há 15 pessoas sobre as quais não se tem notícias", declarou Abdel Rahman à AFP.

A agência estatal de notícias SANA não fez qualquer referência à explosão.

A região de Guta Oriental, onde se encontra a cidade de Harasta, é um tradicional feudo de facções rebeldes, especialmente do grupo Jaish al-Islam.Mas as forças do regime têm avançado significativamente na área, apesar do cessar-fogo em vigor na Síria desde 30 de dezembro.

Nesta terça-feira (17), as forças do regime assumiram o controle de dezenas de campos antes ocupados pelos rebeldes em Guta Oriental, e dispararam foguetes em direção a redutos rebeldes em Harasta.

Ao menos 310 mil pessoas já morreram na guerra civil na Síria desde o início do conflito, em março de 2011.

Veja também

Presidente do México recebe vacina contra Covid-19 em público para convencer céticos
Vacinação

Presidente do México recebe vacina contra Covid-19 em público para convencer céticos

EMA diz que vacina Johnson & Johnson deve incluir coágulos sanguíneos como efeitos colaterais raros
Imunizantes

EMA diz que vacina Johnson & Johnson deve incluir coágulos sanguíneos como efeitos colaterais raros