A-A+

General iraniano devia ter sido morto 'há muitos anos', diz Trump

'O general Qassem Soleimani matou, ou feriu gravemente, milhares de americanos durante um longo período', afirmou o presidente norte-americano

Presidente dos Estados Unidos, Donald TrumpPresidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Foto: MANDEL NGAN / AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (3) que o general iraniano Qassem Soleimani, morto em um ataque americano em Bagdá, deveria ter sido assassinado "há muitos anos".

Leia também:
Embaixada dos EUA pede aos seus cidadãos que abandonem o Iraque
Ataque dos EUA mata importante general iraniano em Bagdá
Em rede social, ministro iraniano acusa EUA de terrorismo e autoridades falam em vingança
Irã nomeia novo líder para a força Al-Qods e iranianos protestam contra violência dos EUA

"O general Qassem Soleimani matou, ou feriu gravemente, milhares de americanos durante um longo período e tramava matar muitos mais (...) Era direta e indiretamente responsável pela morte de milhões de pessoas", tuitou Trump.

"Deveria ter sido assassinado há muitos anos", completou.

Veja também

Boris Johnson, 'muito preocupado' com a COP26 por anúncios alarmantes da ONU
COP26

Boris Johnson, 'muito preocupado' com a COP26 por anúncios alarmantes da ONU

Ciclista atropela espectadora próximo à linha de chegada em prova
Acidente

Ciclista atropela espectadora próximo à linha de chegada em prova