Mundo

Governo de Merkel na Alemanha em apuros após eleições europeias

Resultados das eleições colocam em dúvida a continuidade do governo de Coalizão na Alemanha

Angela MerkelAngela Merkel - Foto: VLADIMIR SIMICEK/AFP

Os resultados ruins nas eleições europeias dos conservadores da chanceler Angela Merkel e, acima de tudo, dos seus aliados social-democratas colocam em dúvida a continuidade do governo de coalizão na Alemanha.

As lideranças dos três partidos da coalizão, os conservadores CDU e CSU e o social-democrata PSD, estão reunidas esta manhã para discutir os resultados da votação em uma atmosfera de crise.

Leia também:
UE em estado de alerta contra 'fakes news' antes das eleições europeias
Merkel convoca defesa dos valores europeus contra extrema direita

Em seguida, os líderes dos partidos se reunirão com Merkel, uma chanceler no final de carreira e que dirige um governo no qual os desentendimentos se multiplicam.

A grande coalizão recebeu uma nota baixa, disse Markus Söder, presidente do partido conservador CSU, aliado bávaro da CDU, partido de Merkel.

Os dois partidos conservadores obtiveram juntos 28,9% dos votos, mas a CDU, que obteve 22,6%, registrou uma perda de 7,4 pontos percentuais.

A estratégia de pender mais à direita para impedir a ascensão da extrema-direita de Annegret Kramp-Karrenbauer, sucessora de Merkel à frente da CDU desde dezembro passado, não funcionou.

Mas o que poderia precipitar o fim da coalizão governamental é o resultado sombrio dos social-democratas.

Veja também

Petróleo continua caindo apesar de retomada da demanda nos EUA
Petróleo

Petróleo continua caindo apesar de retomada da demanda nos EUA

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais
Londres

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais

Newsletter