Grupo de 1,5 milhão de pinguins é descoberto na Antártida

Um estudo foi publicado nesta sexta-feira (2) pedindo medidas para proteger essas colônias

Pinguins na AntártidaPinguins na Antártida - Foto: Rachael Herman/Stony Brook University/AFP

Os cientistas descobriram mais de 1,5 milhão de pinguins-de-Adélia (Pygoscelis adeliae) em um arquipélago remoto da Antártida - revela um estudo publicado nesta sexta-feira (2), pedindo medidas para proteger essas colônias. "Nosso estudo revela que as Ilhas Danger abrigam 751.527 casais de pinguins-de-Adélia", indica o informe publicado no periódico "Scientific Reports".

Leia também:
Desprendimento de iceberg da Antártida é "preocupante", dizem cientistas


No ano passado, milhares de filhotes de pinguins-de-adélia morreram de fome na Antártica devido à incomum expansão da banquisa (gelo marinho), que obrigou seus pais irem mais longe para buscar alimento.

Veja também

Entre arrependidos, jovens e latinos, Biden pode conquistar o Arizona
EUA

Entre arrependidos, jovens e latinos, Biden pode conquistar o Arizona

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro
Covid-19

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro