Guiné Equatorial confirma asilo a ex-presidente da Gâmbia

Segundo o porta-voz, o presidente Obiang convenceu seu colega da Gâmbia a evitar "qualquer situação de confrontação armada"

O ex-presidente da Gâmbia Yahya Jammeh foi recebido na Guiné Equatorial após seu exílio forçado por pressão internacional, confirmou nesta terça-feira (24) o governo em Malabo.

O presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, "informou ao Conselho de Ministros a decisão do Estado de receber como exilado político o ex-chefe de Estado da República da Gâmbia Yahya Jammeh", declarou à imprensa o porta-voz do governo Eugenio Nze Obiang.

Segundo o porta-voz, o presidente Obiang convenceu seu colega da Gâmbia a evitar "qualquer situação de confrontação armada".

Jammeh "aceitou vir à República da Guiné Equatorial como país irmão que lhe oferece todas as garantias de segurança e estâncias pacíficas", acrescentou o porta-voz.

Após tentar ignorar sua derrota nas eleições presidenciais para Adama Barrow, Jammeh acabou abandonando Banjul na noite de sábado, depois de 22 anos no poder.

Veja também

Acusado de furar fila da vacina, chefe do Estado-Maior espanhol renuncia
Coronavírus

Acusado de furar fila da vacina, chefe do Estado-Maior espanhol renuncia

Oslo em semiconfinamento devido a surto de variante inglesa do coronavírus
Coronavírus

Oslo em semiconfinamento devido a surto de variante inglesa do coronavírus