Mundo

Guterres quer se reunir com Donald Trump 'quando for possível'

Em entrevista à rede de televisão portuguesa SIC, Guterres acrescentou que o conflito sírio "se transformou em um câncer em escala mundial"

Faturamento acumulado da empresa, nos próximos cinco anos, passará de R$ 215 milhõesFaturamento acumulado da empresa, nos próximos cinco anos, passará de R$ 215 milhões - Foto: SDEC/Divulgação

O próximo secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, disse que deseja se reunir "quando for possível" com o futuro presidente americano, Donald Trump, em declarações, nesta quarta-feira (28), à TV portuguesa.

Guterres, que se reuniu no fim de novembro com o presidente russo, Vladimir Putin, acrescentou que teve "uma excelente reunião de trabalho com o presidente Putin e espero que será o mesmo com Donald Trump. Tenho interesse em visitá-lo quando for possível".

Em entrevista exclusiva à rede de televisão portuguesa SIC, Guterres acrescentou que o conflito sírio "se transformou em um câncer em escala mundial" e expressou o desejo de que a Rússia e os Estados Unidos "superem suas divergências" para que o conflito termine.

Esta guerra "provoca não só o sofrimento do povo sírio", mas causa "reações violentas que conduzem em alguns casos a atos terroristas".

O português, que sucederá em 1º de janeiro o sul-coreano Ban Ki-moon, se declarou "disposto a ajudar" e "criar pontes e mecanismos de diálogo" para facilitar que melhorem as "relações de desconfiança".

Veja também

Rússia exibe míssil de cruzeiro hipersônico Zircon em teste no mar
Guerra

Rússia exibe míssil de cruzeiro hipersônico Zircon em teste no mar

Deslizamento deixa três mortos e quatros desaparecidos na Guatemala
chuvas

Deslizamento deixa três mortos e quatros desaparecidos na Guatemala