Incêndio em internato feminino deixa 12 mortos na Turquia

De acordo com o prefeito de Adana, Huseyin Solzu, morreram 11 alunos e uma cuidadora.

Vice-presidente Comissão de Assuntos Internacionais da Alepe, Osséssio Silva (PRB), se reuniu com diplomatas japonesesVice-presidente Comissão de Assuntos Internacionais da Alepe, Osséssio Silva (PRB), se reuniu com diplomatas japoneses - Foto: Divulgação

Doze pessoas, crianças em sua maioria, morreram nesta terça-feira (29) no incêndio de um internato feminino de Adana, no sul da Turquia - informaram funcionários locais.

"Foram encontrados 12 corpos, e 22 pessoas feridas foram transferidas para hospitais", explicou o governador de Adana, Mahmut Demirtas, citado pela agência de notícias Anadolu. De acordo com o prefeito de Adana, Huseyin Solzu, morreram 11 alunos e uma cuidadora.

Veja também

Novos casos de Covid aumentam no mundo pela 1ª vez em sete semanas
Covid-19

Casos aumentam no mundo pela 1ª vez em sete semanas

Ainda é prematuro e irrealista falar em fim da pandemia neste ano, diz OMS
Coronavírus

Ainda é prematuro e irrealista falar em fim da pandemia neste ano, diz OMS