Incêndio na Toscana obriga moradores a evacuarem

Cerca de 700 pessoas foram evacuadas como medida preventiva e transferidas para escolas e ginásios da região

Calcula-se que uma área de 600 hectares foi atingidaCalcula-se que uma área de 600 hectares foi atingida - Foto: Frederico Scoppa / AFP

Um grande incêndio foi declarado durante a noite da terça-feira (24) na região de Pisa (Toscana), norte da Itália, e obrigou centenas de pessoas a abandonarem suas casas de modo preventivo.

O incêndio teve início na região florestal do Monte Serra e, com os ventos, se propagou rapidamente, com ameaças paras as localidades de Calci, Montemagno e San Lorenzo e la Torre.

Cerca de 700 pessoas foram evacuadas como medida preventiva e transferidas para escolas e ginásios da região. Calcula-seque cerca de 600 hectares foram devastados pelas chamas. As imagens dos vários canais de televisão na terça-feira mostraram altas chamas avermelhadas engolindo grandes áreas de floresta e chegando a tocar os campos com oliveiras.

Leia também:
Sobe para dez número de mortes confirmadas em incêndios na Califórnia
Tornado de fogo arranca mangueira de Bombeiros no Canadá


Os bombeiros não conseguiram controlar as chamas depois de mais de 12 horas devido às rajadas de vento que atingiram a região. "Incêndio devasta Calci. As casas mais próximas foram contactadas", afirmou o prefeito da cidade, Massimiliano Ghimenti.

De acordo com o prefeito, quase 500 pessoas deixaram suas casas no município e na vizinha San Lorenzo e la Torre. Além dos aviões de combate ao incêndio, dezenas de bombeiros foram mobilizados para lutar contra as chamas.

"Estamos enfrentando um incêndio muito importante. Agora o principal é salvar a população", afirmou o comandante dos bombeiros de Pisa, Ugo D'Anna, antes de indicar que a origem das chamas é "quase com certeza voluntária".

O ministro do Meio Ambiente, Sérgio Costa, pediu, por sua parte, a abertura imediata de uma investigação para determinar as causas do incêndio, que para muitos é intencional. "Não se pode esquecer que neste verão choveu muito e não se pode culpar a seca", lembrou Rossi, referindo-se às fortes chuvas que ocorreram nos meses mais quentes do ano.

A Codacons, a principal associação de consumidores na Itália, prometeu uma recompensa de 2.000 euros para qualquer pessoa que forneça informações úteis para identificar o possível incendiário.

Veja também

Morre por coronavírus o ministro da Defesa colombiano Carlos Holmes Trujillo
Colombia

Morre por coronavírus o ministro da Defesa colombiano Carlos Holmes Trujillo

Vacinação no Reino Unido não será afetada por medida europeia, diz Londres
GARANTIA

Vacinação no Reino Unido não será afetada por medida europeia, diz Londres