A-A+

Irã ameaça atacar Israel se EUA concretizarem ameaças

Ameaça foi feita após Trump anunciar que atacará 52 alvos no Irã

Mohsen RezaiMohsen Rezai - Foto: Atta Kenare/AFP

Um funcionário do alto escalão iraniano ameaçou, neste domingo (5), atacar Israel e reduzir Tel Aviv e Haifa "a pó" se os Estados Unidos concretizarem as ameaças mais recentes do presidente Donald Trump, que afirmou ter como alvos 52 sítios iranianos. A tensão entre Teerã e Washington aumentou após o assassinato do general iraniano Qasem Soleimani na última sexta-feira, durante um bombardeio americano em Bagdá.

"Trump, você tuitou que atacará 52 alvos no Irã?", contestou hoje Mohsen Rezai, ex-comandante em chefe dos Guardiões da Revolução e atual secretário do Conselho de Discernimento, posto-chave no sistema político iraniano.

"Você tuitou que atacaria novamente se o Irã se vingasse?", questionou Rezai, citado pela agência semioficial Isna. "Tenha como certo que o Irã reduzirá Haifa e os centros urbanos israelenses a pó, de forma que Israel seria eliminado da face da Terra." "Se os Estados Unidos tomarem a menor medida após a nossa resposta militar, reduziremos Tel Aviv e Haifa a pó", reiterou Rezai no Twitter.

Leia também:
Irã anuncia que não vai mais cumprir acordo nuclear e que está livre para enriquecer urânio
Alemanha, França e Inglaterra concordam em trabalhar juntas para 'reduzir tensão' no Oriente Médio

O Irã não reconhece a existência de Israel. Vários de seus generais já ameaçaram atacar o Estado hebreu ou destruí-lo se os Estados Unidos atacassem o território iraniano.

Veja também

Incêndio em fábrica de explosivos deixa 15 mortos na Rússia
Rússia

Incêndio em fábrica de explosivos deixa 15 mortos na Rússia

Ataque mata sete pessoas em campo de refugiados em Bangladesh
Atentado

Ataque mata sete pessoas em campo de refugiados em Bangladesh