Irã diz que não faz sentido falar que mísseis derrubaram avião ucraniano

'Esses rumores não fazem sentido', acrescenta o texto, citando Ali Abedzadeh, presidente da Organização de Aviação Civil Iraniana e vice-ministro de Transportes

Destroços do avião Destroços do avião  - Foto: AFP

As autoridades iranianas disseram, nesta quinta-feira (9), que "não faz sentido" os rumores de um ataque com míssil contra o avião ucraniano que caiu na quarta-feira no Irã e matou 176 pessoas.

"Vários voos nacionais e internacionais estavam no espaço iraniano ao mesmo tempo à mesma altura de 8.000 pés, e essa história do ataque com mísseis no avião não pode estar correta", de acordo com um comunicado no site do ministério da Transporte do Irã.

Leia também:
Premiê canadense diz ter informação de que Irã derrubou avião ucraniano
Avião da Ucrânia foi abatido pelo Irã por acidente, avaliam funcionários dos EUA


"Esses rumores não fazem sentido", acrescenta o texto, citando Ali Abedzadeh, presidente da Organização de Aviação Civil Iraniana (CAO) e vice-ministro de Transportes.

Abedzadeh reagiu aos rumores que circulam nas redes sociais, segundo os quais o Boeing 737 da Ukraine Airlines International teria sido atingido por um míssil lançado pela Guarda Revolucionária, o exército de elite iraniano.

Veja também

Anvisa inspeciona empresa parceira na produção da Sputnik V
Vacina

Anvisa inspeciona empresa parceira na produção da Sputnik V

Apple vê lucro saltar 29% para US$ 28,7 bilhões, um recorde
Economia

Apple vê lucro saltar 29% para US$ 28,7 bilhões, um recorde