Mundo

Irã diz que não faz sentido falar que mísseis derrubaram avião ucraniano

'Esses rumores não fazem sentido', acrescenta o texto, citando Ali Abedzadeh, presidente da Organização de Aviação Civil Iraniana e vice-ministro de Transportes

Destroços do avião Destroços do avião  - Foto: AFP

As autoridades iranianas disseram, nesta quinta-feira (9), que "não faz sentido" os rumores de um ataque com míssil contra o avião ucraniano que caiu na quarta-feira no Irã e matou 176 pessoas.

"Vários voos nacionais e internacionais estavam no espaço iraniano ao mesmo tempo à mesma altura de 8.000 pés, e essa história do ataque com mísseis no avião não pode estar correta", de acordo com um comunicado no site do ministério da Transporte do Irã.

Leia também:
Premiê canadense diz ter informação de que Irã derrubou avião ucraniano
Avião da Ucrânia foi abatido pelo Irã por acidente, avaliam funcionários dos EUA


"Esses rumores não fazem sentido", acrescenta o texto, citando Ali Abedzadeh, presidente da Organização de Aviação Civil Iraniana (CAO) e vice-ministro de Transportes.

Abedzadeh reagiu aos rumores que circulam nas redes sociais, segundo os quais o Boeing 737 da Ukraine Airlines International teria sido atingido por um míssil lançado pela Guarda Revolucionária, o exército de elite iraniano.

Veja também

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'
Estados Unidos

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU
Repressão a uigures

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU