Jornalista iraquiano morre ao cobrir ofensiva militar em Mossul

Este é o segundo jornalista morto em dois dias. Na sexta-feira, um profissional do canal turcomano Ili faleceu ao ser atingido por um atirador do EI em Kirkuk

Um jornalista iraquiano de televisão morreu neste sábado quando trabalhava na cobertura da ofensiva militar das forças de segurança para retomar a cidade de Mossul do grupo extremista Estado Islâmico (EI), anunciou o canal Al Sumaria TV.

O jovem repórter morreu quando cobria a batalha perto da localidade de Al-Shura, ao sul de Mossul, informou a emissora em seu site oficial.

Este é o segundo jornalista iraquiano morto em dois dias. Na sexta-feira, um profissional do canal turcomano Ili faleceu ao ser atingido por um atirador do EI em Kirkuk, onde prosseguem os confrontos.

O grupo EI assumiu o controle de Mossul em junho de 2014 e instaurou um autoproclamado califado em territórios ocupados entre o Iraque e a Síria.

As forças de segurança iraquianas iniciaram na segunda-feira uma grande ofensiva para recuperar a cidade, atual reduto do EI e segunda maior metrópole do país.

Veja também

Dupla explosão deixa seis feridos em fábrica de fogos de artifício na China
China

Dupla explosão deixa seis feridos em fábrica de fogos de artifício na China

Ações do Twitter disparam com projeto de assinatura
tecnologia

Ações do Twitter disparam com projeto de assinatura