Justiça manda soltar garoto brasileiro separado da mãe na fronteira dos EUA

O menino foi separado da mãe ao tentar cruzar a fronteira do México com os EUA

Fronteira entre EUA e México no TexasFronteira entre EUA e México no Texas - Foto: Spencer Platt/Getty Images North America/AFP

Após decisão de um juiz federal de Chicago nesta quinta-feira (28), um garoto brasileiro de 9 anos será libertado de um abrigo para onde foi levado há quatro semanas. O menino foi separado da mãe ao tentar cruzar a fronteira do México com os EUA.

No último dia 9, Lidia Karine Souza, 29, foi solta de uma cadeia federal no Texas e pediu asilo no país. Desde então, vive com parentes nos arredores de Boston. Na terça-feira (26), ela teve permissão para ver o filho, Diogo, pela primeira vez desde o afastamento.

Leia também:
Temer se dispõe a mandar buscar crianças brasileiras retidas nos EUA
EUA: 49 crianças brasileiras estão em abrigos separadas dos pais


De acordo com o advogado da família, Souza entrou legalmente nos EUA com autorização do Departamento de Segurança Doméstica e passou por uma verificação para determinar se o pedido de asilo era válido.

Segundo o jornal New York Times, um agente afirmou que, como ela não havia se dirigido a um portão de entrada oficial, seu ingresso no país fora ilegal.

Veja também

Espanha libera uso de máscara ao ar livre a partir de 26 de junho
Pandemia

Espanha libera uso de máscara ao ar livre a partir de 26 de junho

"Escutem o partido": cidades chinesas fortalecem propaganda antes do aniversário do partido
China

"Escutem o partido": cidades chinesas fortalecem propaganda antes do aniversário do partido