Kim deve usar antigo avião soviético para ir a reunião com Trump

Entre os fatores que pesaram para a escolha de Cingapura está sua localização dentro do alcance das aeronaves que o ditador norte-coreano tem a sua disposição: jatos soviéticos com ao menos 30 anos de idade e que não teriam autonomia para um voo sem escal

Kim Jong Un e Donald TrumpKim Jong Un e Donald Trump - Foto: Saul Loeb / AFP

O mistério sobre o local do inédito encontro entre um presidente americano e um líder norte-coreano terminou nesta quinta-feira (10), quando Donald Trump anunciou que a cidade-Estado de Cingapura, no Sudeste Asiático, irá receber em 12 de junho sua reunião com Kim Jong-un.

Entre os fatores que pesaram para a escolha de Cingapura está sua localização dentro do alcance das aeronaves que o ditador norte-coreano tem a sua disposição: jatos soviéticos com ao menos 30 anos de idade e que não teriam autonomia para um voo sem escala de reabastecimento até Suíça ou Suécia, locais tradicionais de encontros diplomáticos dessa envergadura.

Cingapura está a 4.749 km de Pyongyang, sendo assim um destino conveniente para o avião de Kim, que ainda teria margem de combustível a ser usado em caso de um desvio de aeroporto. Em uma de suas recentes visitas à China, Kim usou o Ilyushin IL-62 conhecido como Chammae-1 na Coreia do Norte e que também é utilizado pelo alto escalão do regime.

Leia também:
Trump anuncia data e local de reunião com Kim Jong Un
Ministro chinês se reúne com Kim Jong Un

O jato soviético narrow-body (corredor único) era o rival do antigo Boeing 707 e entrou em operação em 1963. À época, era o avião comercial mais longo do mundo, com um comprimento de 53,1 metros e uma envergadura de 43,2 metros.

Com capacidade para 168 passageiros, ele foi um dos principais jatos da frota da companhia aérea soviética Aeroflot. Como costumava ocorrer com os aviões produzidos pela Ilyushin e pela Tupolev, o IL-62 foi usado basicamente pela Aeroflot e outras empresas aéreas de países comunistas durante a Guerra Fria.

A autonomia do IL-62, segundo a fabricante, chega a 7.800 km. Mas analistas estimam que o alcance do modelo usado por Kim é de cerca de 6.600 km, devido às adaptações feitas para tornar o interior do avião mais confortável e que, consequentemente, deixaram a aeronave mais pesada. Isso também afetaria a velocidade de cruzeiro, que não seria os 870 km/h de um IL-62 padrão, mas 746 km/h.

Uma foto divulgada pelo regime em fevereiro de 2015 mostra Kim despachando com militares dentro do IL-62. É possível ver uma decoração luxuosa bem diferente dos interiores dos aviões da Air Koryo, companhia aérea norte-coreana.

Estima-se que ainda há 14 modelos IL-62 em operação no mundo, quatro deles pela Air Koryo. Não se sabe quando esse IL-62 usado por Kim foi entregue ao regime norte-coreano. O modelo deixou de ser fabricado em 1995.

Veja também

Pai de Meghan Markle diz que Oprah Winfrey se aproveitou de momento frágil de Harry
Realeza

Pai de Meghan Markle diz que Oprah Winfrey se aproveitou de momento frágil de Harry

Lacuna sobre a origem do coronavírus causador da Covid-19 pode demorar a ser preenchida
Sars-CoV-2

Lacuna sobre a origem do coronavírus pode demorar a ser preenchida