Kim Jong-un convida presidente da Coreia do Sul a Pongyang

O convite foi transmitido por Kim Yo-jong, irmã do ditador, que está na Coreia do Sul por ocasião da Olimpíada de Inverno

Kim Jong-UnKim Jong-Un - Foto: AFP

O ditador norte-coreano, Kim Jong-un, convidou o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, a participar de uma reunião de cúpula em Pyongyang, no momento em que Washington adverte sobre "a operação de sedução olímpica" do regime norte-coreano.

O convite foi transmitido por Kim Yo-jong, irmã do ditador, que está na Coreia do Sul por ocasião da Olimpíada de Inverno, informou um porta-voz da Casa Azul, presidência sul-coreana.

Leia também:
Em fala de Ano Novo, Kim Jong Un diz que tem botão nuclear em sua mesa


Caso o encontro aconteça, será a terceira desse tipo, depois das reuniões que Kim Jong II, pai de Kim Jong-un, teve em Pyongyang com os presidentes sul-coreanos Kim Dae-jung e Roh Moo-Hyun, em 2000 e 2007, respectivamente.

Mas o encontro pode gerar discórdia entre Moon, partidário do diálogo com o Norte, e o presidente americano, Donald Trump, que até poucas semanas atrás trocava insultos e ameaças apocalípticas com Kim.

Washington exige que Pyongyang mostre, antes de qualquer negociação, que está disposta a renunciar a seu programa nuclear militar, quando o próprio Kim se vangloriava, há pouco tempo, de seu país ter se tornado um "Estado nuclear de pleno direito".

Moon recebeu para um almoço neste sábado (10) o chefe de Estado norte-coreano Kim Yong-nam e Kim Yo-jong.

Veja também

Líder de seita de escravas sexuais é condenado a 120 anos de prisão
EUA

Líder de seita de escravas sexuais é condenado a 120 anos de prisão

Estudo sugere queda de anticorpos associada à segunda onda de Covid na Inglaterra
Coronavírus

Estudo sugere queda de anticorpos associada à segunda onda de Covid na Inglaterra