Mundo

Líder do Brexit diz que vai concorrer ao cargo de premiê

Em discurso durante conferência na Suíça, horas depois de May afirmar que deixará o cargo em junho, Johnson se dirigiu à premiê, dizendo que ela foi 'paciente e estoica'

Boris JohnsonBoris Johnson - Foto: Daniel Leal-Olivas/AFP

O parlamentar britânico Boris Johnson, um dos principais líderes da campanha do Brexit (a saída do Reino Unido da União Europeia), confirmou que vai concorrer ao cargo de primeiro-ministro após a renúncia de Theresa May, anunciada na manhã desta sexta-feira (24).

Em discurso durante conferência na Suíça, horas depois de May afirmar que deixará o cargo em junho, Johnson se dirigiu à premiê, dizendo que ela foi "paciente e estoica" ao enfrentar todas as dificuldades relacionadas à saída do Reino Unido da União Europeia.

O próximo premiê britânico também pode recuperar as negociações estagnadas com a UE sobre um acordo para o Brexit, afirmou Johnson.

Leia também:
Os possíveis cenários do Brexit após a saída de May
Crise no Brexit: ministra pede demissão e aumenta pressão sobre May
Governo britânico perde terceiro ministro em 24 horas: Boris Johnson

"Um novo líder terá a oportunidade de fazer as coisas de modo diferente e ter o ímpeto de uma nova administração", acrescentou.

Veja também

Derramamento de óleo atribuído à erupção no Pacífico atinge áreas de proteção no PeruDanos ambientais

Derramamento de óleo atribuído à erupção no Pacífico atinge áreas de proteção no Peru

Empresas pagarão auxílio-doença menor a não vacinados no Reino UnidoEconomia

Empresas pagarão auxílio-doença menor a não vacinados no Reino Unido