Líder do Brexit diz que vai concorrer ao cargo de premiê

Em discurso durante conferência na Suíça, horas depois de May afirmar que deixará o cargo em junho, Johnson se dirigiu à premiê, dizendo que ela foi 'paciente e estoica'

Boris JohnsonBoris Johnson - Foto: Daniel Leal-Olivas/AFP

O parlamentar britânico Boris Johnson, um dos principais líderes da campanha do Brexit (a saída do Reino Unido da União Europeia), confirmou que vai concorrer ao cargo de primeiro-ministro após a renúncia de Theresa May, anunciada na manhã desta sexta-feira (24).

Em discurso durante conferência na Suíça, horas depois de May afirmar que deixará o cargo em junho, Johnson se dirigiu à premiê, dizendo que ela foi "paciente e estoica" ao enfrentar todas as dificuldades relacionadas à saída do Reino Unido da União Europeia.

O próximo premiê britânico também pode recuperar as negociações estagnadas com a UE sobre um acordo para o Brexit, afirmou Johnson.

Leia também:
Os possíveis cenários do Brexit após a saída de May
Crise no Brexit: ministra pede demissão e aumenta pressão sobre May
Governo britânico perde terceiro ministro em 24 horas: Boris Johnson

"Um novo líder terá a oportunidade de fazer as coisas de modo diferente e ter o ímpeto de uma nova administração", acrescentou.

Veja também

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas
Polêmica

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas

Joe Biden e Kamala Harris homenageiam 400 mil vítimas da Covid-19 no país
Estados Unidos

Biden e Kamala homenageiam 400 mil vítimas da Covid-19