A-A+

Líderes coreanos são favoritos em apostas para o Nobel da Paz

Coreias vivem período de aproximação histórica após anos de hostilidade entre os dois países

Presidente da Coreia do Sul Moon Jae-in e lider da Coreia do Sul Kim Jong UnPresidente da Coreia do Sul Moon Jae-in e lider da Coreia do Sul Kim Jong Un - Foto: Pyeongyang Press Corps / AFP

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, são os favoritos das casas de apostas britânicas para vencer o Nobel da Paz de 2017. A dupla, que vive uma aproximação histórica após anos de hostilidades entre os dois países, é a mais cotada em cinco casas de apostas do Reino Unido, segundo o site Oddschecker, que reúne os palpites de estabelecimentos do tipo.

A chance dos dois, segundo o site, é de 5/6, o que significa que quem apostar 6 libras ganha 5 (probabilidade de 54% de ganhar, de acordo com as casas de apostas). O prêmio será anunciado nesta sexta-feira (5), às 6h (horário de Brasília). O ganhador é escolhido por um comitê de cinco membros indicados pelo parlamento norueguês.

Líder na quantidade de apostas, o presidente dos EUA, Donald Trump, é o segundo da lista dos mais prováveis vencedores, de acordo com as casas britânicas. Para cada 1 libra apostada, a pessoa pode ganhar 5 (chance de 16% de vencer).

Leia também:
Nobel da Paz escreve carta para Lula
Abaixo-assinado com candidatura de Lula ao Nobel da Paz junta 100 mil assinaturas em 5 horas
Coreia do Norte rejeita renunciar às armas nucleares
Entre choro e abraço, famílias separadas pela guerra se reencontram na Coreia


O papa Francisco, a chanceler alemã Angela Merkel e o ex-técnico da Agência Nacional de Segurança dos EUA (NSA) Edward Snowden também aparecem entre os cotados.

Segundo a Fundação Nobel, que administra o prêmio, neste ano foram indicados 331 candidatos –216 pessoas e 115 organizações. É o segundo maior número de candidatos na história (o recorde foi em 2016, com 376 nomeados). Os nomes dos indicados são mantidos em segredo pela fundação por um período de 50 anos.

Em 2017, quem venceu o Nobel da Paz foi a Campanha Internacional para Abolir Armas Nucleares (Ican), coalizão da sociedade civil que promove a implementação do tratado internacional que proíbe esses armamentos. O Nobel da Paz é acompanhado de uma recompensa equivalente a US$ 1,1 milhão (R$ 3,4 milhões).

Veja também

Após breve pausa, vulcão das Canárias volta a expelir cinzas
La Cumbre Vieja

Após breve pausa, vulcão das Canárias volta a expelir cinzas

Assembleia Geral da ONU expôs desconfiança e preocupações semelhantes, diz seu presidente
Mundo

Assembleia Geral da ONU expôs desconfiança e preocupações semelhantes, diz seu presidente