Mundo

Lua tem dois depósitos de gelo, diz Nasa

São áreas mais escuras, distribuídas de forma irregular e que têm características de formações antigas e distintas

Depósitos de gelo são encontrados na Lua, diz NasaDepósitos de gelo são encontrados na Lua, diz Nasa - Foto: Divulgação/Nasa

A agência espacial dos Estados Unidos, a Nasa, informou que foram identificados dois polos na Lua que comprovam a existência de superfícies de gelo. São áreas mais escuras, distribuídas de forma irregular e que têm características de formações antigas e distintas.

No polo sul, a maior parte do gelo se concentra em crateras lunares, enquanto no norte é mais distribuído, embora em menor quantidade. O trabalho foi realizado por cientistas da Universidade do Havaí, Brown University e do Centro de Pesquisas da Nasa. A equipe é liderada pelos pesquisadores Shuai Li, da Universidade do Havaí e Brown University, e Richard Elphic, da Nasa.

Leia também:
Estudo sugere vida alienígena em lua de Saturno
Marte já teve química orgânica essencial para a vida, revela Nasa

Os pesquisadores utilizaram dados captados por um instrumento denominado Moon Mineralogy Mapper (M3), da Nasa, que identificou aspectos específicos sobre a existência de gelo, água e vapor.

Disposto na nave não tripulada Chandrayaan-1, lançada em 2008, o M3 foi capaz de identificar a presença de gelo sólido na Lua, coletando informações que distinguem água líquida, vapor e gelo sólido.

Segundo a Nasa, a maior parte do gelo descoberto está nas crateras, do lado norte, pois ali as temperaturas são baixíssimas por causa da inclinação do eixo de rotação da Lua, uma vez que a luz não chega a essa região. No caso do lado sul, a formação de gelo pode ser explicada por outros fenômenos, como o movimento do sistema solar.


Depósitos de gelo são encontrados na Lua, diz Nasa

Depósitos de gelo são encontrados na Lua, diz Nasa - Crédito: Divulgação/Nasa

 

Veja também

Militares ucranianos de Azovstal receberam ordem de Kiev para deixar de combater
Ucrânia

Militares ucranianos de Azovstal receberam ordem de Kiev para deixar de combater

Rússia afirma que conquistou quase por completo a região de Lugansk
Guerra na Ucrânia

Rússia afirma que conquistou quase por completo a região de Lugansk