Lufthansa anula 1.700 voos por greve de pilotos

Sindicato da categoria anunciou que paralisação prosseguirá devido a falta de acordo nas negociações salariais

Mendonça Filho (DEM), ao lado de Armando Monteiro (PDT), em evento com a militânciaMendonça Filho (DEM), ao lado de Armando Monteiro (PDT), em evento com a militância - Foto: Bruno Campos/Divulgação

A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou nesta segunda-feira (28) o cancelamento de 1.700 voos previstos para terça e quarta-feira em razão da greve de pilotos iniciada na semana passada.

Um total de 180 mil passageiros serão afetados por estes cancelamentos, informou a Lufthansa em um comunicado.

Após dois dias de pausa no domingo e nesta segunda, o sindicato de pilotos Vereinigung Cockpit anunciou domingo à noite que prosseguirá a partir de terça com a greve iniciada na quarta passada, ante a falta de acordo nas negociações salariais.

Veja também

Líder de seita de escravas sexuais é condenado a 120 anos de prisão
EUA

Líder de seita de escravas sexuais é condenado a 120 anos de prisão

Estudo sugere queda de anticorpos associada à segunda onda de Covid na Inglaterra
Coronavírus

Estudo sugere queda de anticorpos associada à segunda onda de Covid na Inglaterra