Mundo

Maduro promete terminar obras da Odebrecht na Venezuela

Oposição diz que muitas ficaram inacabadas antes mesmo do escândalo sobre o pagamento de propinas

Maduro é o atual presidente da VenezuelaMaduro é o atual presidente da Venezuela - Foto: Leo Ramirez/AFP

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, se comprometeu, neste domingo (5), a terminar as obras iniciadas no país pela Odebrecht, muitas das quais, segundo a oposição, ficaram inacabadas antes mesmo do escândalo sobre o pagamento de propinas a funcionários estatais.

"Não é tecnologia espacial. Se me dizem que é um foguete o que temos que pôr ali, é difícil, (...) mas isso é ferro, cimento e trabalho, e isso nós venezuelanos sabemos fazer. Vamos terminar todas as obras que a Odebrecht tinha no país", disse Maduro em seu programa de televisão dominical.

O Parlamento venezuelano, de maioria opositora, aprovou na última quarta-feira a abertura de uma investigação sobre o suposto pagamento de subornos a funcionários do Estado por parte da construtora brasileira. O acordo foi votado na ausência dos parlamentares chavistas.

Veja também

Fundadora do Exército Vermelho Japonês é solta da prisão após 20 anos
Japão

Fundadora do Exército Vermelho Japonês é solta da prisão após 20 anos

Após massacre no Texas, Trump pede que cidadãos se armem para combater o "mal"
Estados Unidos

Após massacre no Texas, Trump pede que cidadãos se armem para combater o "mal"