Mundo

Mais de 1 milhão de pessoas são retiradas de suas casas em decorrência de ciclone, na Índia

tempestade de grau 5, com ventos que chegaram a 205 quilômetros por hora, atingiu o estado costeiro de Odisha, na Baía de Bengala, segundo o Departamento de Metodologia da Índia

Ciclone Fani atingiu a Índia oriental como uma tempestade de grau 5Ciclone Fani atingiu a Índia oriental como uma tempestade de grau 5 - Foto: Rupak Chowdhuri

O Ciclone Fani atingiu nesta sexta-feira (3) a Índia oriental como uma tempestade de grau 5, com ventos que chegaram a 205 quilômetros por hora, e obrigou as autoridades indianas a retirar cerca de 1,2 milhão de pessoas.

O Departamento de Metodologia da Índia diz que o ciclone "extremamente severo" atingiu o estado costeiro de Odisha, na Baía de Bengala, por volta das 8h (23h em Brasília).

A Força Nacional de Resposta a Desastres da Índia informou que cerca de 1,2 milhão de pessoas foram retiradas das zonas baixas de Odisha e levadas para cerca de 4 mil abrigos.

Leia também:
Novo ciclone atinge Moçambique e deixa o país em alerta vermelho
Tempestade deixa 10 mortos na Grande São Paulo
Moçambique registra 493 mortos por causa de Ciclone Idai


O Comissário Especial de Socorro de Odisha, Bishnupada Sethi, afirmou que as comunicações foram interrompidas em algumas áreas. Não foram registrados mortos ou feridos.

O Fani é a tempestade mais violenta desde 1999, quando um ciclone matou cerca de 10 mil pessoas e devastou grande parte de Odisha.

Em outubro do ano passado, a passagem do Ciclone Titli provocou a morte a 60 pessoas no mesmo estado.


Veja também

Contágios da varíola do macaco geram preocupação na Europa
Saúde

Contágios da varíola do macaco geram preocupação na Europa

Dezenas de países se comprometem na ONU a melhorar tratamento de migrantes
Acordo internacional

Dezenas de países se comprometem na ONU a melhorar tratamento de migrantes