Mais de 170 detentos fogem de penitenciária no Haiti

Autoridades iniciaram as buscas aos fugitivos e a polícia estabeleceu barreiras em vários pontos da estrada

Ao menos 172 detentos fugiram de uma penitenciária no Haiti após uma rebelião que terminou com um guarda assassinado, outros dois feridos e um prisioneiro morto, informou a imprensa local.

O guarda morreu ao ser atingido por um tiro e o detento faleceu durante a fuga, ao cair de um muro, informou o diretor da penitenciária, Heurtelou Paul Colson, de acordo com o jornal Le Nouvelliste do Haiti.

A rebelião aconteceu na penitenciária de Arcahaie, uma cidade de 100.000 habitantes ao noroeste da capital Porto Príncipe.

As autoridades iniciaram as buscas aos fugitivos e a polícia estabeleceu barreiras em vários pontos da estrada, informou o Le Nouvelliste.

"Unidades especializadas da polícia estão no local para garantir a segurança e evitar mais danos", afirma um comunicado divulgado pelo gabinete do primeiro-ministro.

As autoridades não confirmaram o número de fugitivos nem de vítimas da rebelião.

De acordo com o Le Nouvelliste, o instigador da rebelião e outros 10 fugitivos foram capturados.

Veja também

Em dia de novo recorde de casos, máscara obrigatória passa a valer em Portugal
Coronavírus

Em dia de novo recorde de casos, máscara obrigatória passa a valer em Portugal

Alemanha fecha restaurantes, setor cultural e de lazer a partir segunda-feira
Coronavírus

Alemanha fecha restaurantes, setor cultural e de lazer