Mais de 30 mortos em combates entre o exército sírio e extremistas em Deir Ezzor

Pelo menos 12 soldados do regime e 20 combatentes do EI morreram nesta ofensiva da organização jihadista

 Fachada do Palácio da Justiça, no Recife Fachada do Palácio da Justiça, no Recife - Foto: Reprodução/ TJPE

Mais de 30 membros das forças do governo e do grupo extremistas Estado Islâmico (EI) morerram neste sábado em um ataque jihadista no leste da Síria, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Pelo menos 12 soldados do regime e 20 combatentes do EI morreram nesta ofensiva da organização jihadista contra posições do governo na cidade, de acordo com o OSDH.

O grupo EI, que controla 60% de Deir Ezzor, lançou esta manhã uma ofensiva para tomar os setores nas mãos do regime, de acordo com o OSDH. "Esta é a ofensiva mais importante lançada pelo EI desde que conquistou grandes setores de Deir Ezzor" em 2014, indicou o diretor do Observatório, Rami Abdel Rahman.

O grupo extremista controla a maior parte da província de Deir Ezzor e em 2014 assumiu o controle de grandes áreas da cidade de mesmo nome.

Desde janeiro de 2015, cerca a zona em mãos do governo na cidade, localizada no oeste do país, onde 100.000 pessoas vivem, de acordo com a ONU.

A província de Deir Ezor, na fronteira com o Iraque, é a única província da Síria quase inteiramente nas mãos do EI.

Veja também

Viúva do presidente assassinado do Haiti acusa seguranças por crime
Internacional

Viúva do presidente assassinado do Haiti acusa seguranças por crime

Biden afirma que novas restrições serão impostas nos EUA em função da Covid-19
VARIANTE DELTA

Biden afirma que novas restrições serão impostas nos EUA em função da Covid-19