Manifestantes incendeiam sede governamental no sul do Iraque

A população que sofre com uma escassez crônica de eletricidade e água potável, pede que o governo renuncie

Milhares de manifestantes atearam fogo nesta sexta-feira (25) na sede do governo da província de Zi Qar, no sul do IraqueMilhares de manifestantes atearam fogo nesta sexta-feira (25) na sede do governo da província de Zi Qar, no sul do Iraque - Foto: AFP

Milhares de manifestantes atearam fogo nesta sexta-feira (25) na sede do governo da província de Zi Qar, sul do Iraque, retomando os protestos contra o governo, segundo fontes policiais.

Um correspondente da AFP observou colunas de fumaça saindo do prédio diante do qual milhares de manifestantes estavam concentrados. Em outras partes do sul do país, manifestantes atearam fogo a sedes de partidos políticos, de acordo com uma fonte policial.

Leia também:
Protestos no Iraque deixam mais de 100 mortos
Novas manifestações contra o governo e disparos no Iraque
Iraque entra em espiral de protestos com 60 mortos em quatro dias

Desde a noite de quinta-feira (24), os manifestantes estão reunidos na icônica Praça Tahrir, em Bagdá. Eles pedem que o governo renuncie neste país rico em petróleo e que sofre com uma escassez crônica de eletricidade e água potável, além de ser devastado pela corrupção.

Ao menos duas pessoas morreram até agora nos protestos desta sexta no Iraque. As manifestações registradas desde meados de outubro deixaram um balanço de mais de 150 mortos.

Veja também

Disney corta 28.000 empregos nos EUA por causa da pandemia
EUA

Disney corta 28.000 empregos nos EUA por causa da pandemia

Cuba e Venezuela denunciam na Opas sanções "ilegais" dos Estados Unidos em meio à pandemia
Mundo

Cuba e Venezuela denunciam na Opas sanções "ilegais" dos Estados Unidos em meio à pandemia