Manifestantes saem às ruas em várias cidades da Venezuela

Guaidó convoca nova mobilização para sábado, dia 9

Protesto contra o governo de Nicolás Maduro em Caracas, VenezuelaProtesto contra o governo de Nicolás Maduro em Caracas, Venezuela - Foto: Matias Delacroix/AFP

Manifestantes saíram às ruas nesta segunda-feira (4) na Venezuela, atendendo à convocação do autodeclarado presidente interino Juan Guaidó, em protesto contra o governo de Nicolás Maduro. Nas redes sociais, apoiadores de Guaidó postaram imagens das manifestações em diferentes cidades e na capital, Caracas.

Guaidó retornou à Venezuela, depois de 11 dias viajando pela América do Sul, e foi recepcionado por apoiadores que o carregaram e celebraram seu regresso. Havia temor sobre a volta dele ao país pelas ameaças de prisão e ações por parte de autoridades ligadas a Maduro.

O interino fez discurso para os apoiadores e convocou-os para uma mobilização nacional no próximo sábado (9). “Obrigado a todos pelo carinho e o calor imenso que nos receberam. Convoco o país para uma nova mobilização no sábado, 9 de março. Todo o apoio que recebemos e o respaldo que necessitamos dependem de nos mantermos nas ruas”, disse Guaidó.

Leia também:
Guaidó volta à Venezuela para liderar manifestações
Em transmissão ao vivo, Guaidó convoca mobilização
Guaidó diz, no Twitter, que vai retornar à Venezuela
Governo brasileiro pede segurança na volta de Guaidó à Venezuela


Em seguida, o interino agradeceu o apoio internacional que recebeu no regresso à Venezuela.

“Agradecemos aos embaixadores da Argentina, do Brasil, do Canadá, do Chile, do Peu, do Equador, dos Estados Unidos, da Alemanha, da Espanha, da França, dos Países Baixos, de Portugal e da Romênia, que nos acompanharam na nossa chegada à Venezuela em uma demonstração firme do compromisso do mundo com a nossa democracia", acrescentou.

Veja também

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU
Mundo

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU

Trump sairá de Washington horas antes da posse de Biden na quarta-feira (20)
Estados Unidos

Trump sairá de Washington horas antes da posse de Biden na quarta-feira (20)