Menina de 12 anos mata avó a marteladas no Chile

A garota foi transferida a um centro psiquiátrico e se encontra isolada do resto dos pacientes

Senador Armando Monteiro Neto (PTB) participou de audiência pública na AlepeSenador Armando Monteiro Neto (PTB) participou de audiência pública na Alepe - Foto: Divulgação

Uma menina chilena de 12 anos matou na madrugada desta terça-feira (25) sua avó após atacá-la com um martelo, incitada por vozes em sua cabeça que a estimulavam cometer o homicídio, informou a polícia. "Mate sua avó, senão ela é que vai matar você", as vozes incitavam a menina, que se levantou subitamente da cama no meio da noite para cometer o homicídio, relatou a própria menor a vizinhos e à polícia. Após atacar sua avó enquanto dormia, a menina saiu de casa e narrou o ocorrido a alguns vizinhos, que chamaram a polícia.

"Constatou-se a morte de uma mulher de 58 anos, apresentando lesões em seu couro cabeludo atribuídas a terceiros", declarou a meios de comunicação locais Elieser Rojas, delegado de polícia da localidade de San Pedro de La Paz, 550 km ao sul de Santiago, onde ocorreu o fato. A menina, inimputável pela Justiça por sua idade, foi levada a um hospital onde um exame psicológico constatou que escutava vozes em sua cabeça há um mês. Ela foi transferida a um centro psiquiátrico e se encontra isolada do resto dos pacientes.

Veja também

Trump e Biden visitam estados-chave no último fim de semana antes das eleições nos EUA
EUA

Trump e Biden visitam estados-chave no último fim de semana antes das eleições nos EUA

Boris Johnson anuncia novo 'lockdown' na Inglaterra para conter a covid-19
Coronavírus

Boris Johnson anuncia novo 'lockdown' na Inglaterra para conter a covid-19