México duplicará salário mínimo na fronteira com EUA para reduzir emigração

Atualmente, o salário mínimo geral no México é de 88,36 pesos (4,3 dólares) por dia

Fronteira entre EUA e México no TexasFronteira entre EUA e México no Texas - Foto: Spencer Platt/Getty Images North America/AFP

O governo do México anunciou nesta segunda-feira (17) aumentos do salário mínimo que chegarão a 100% nos municípios limítrofes aos Estados Unidos, argumentando que o aquecimento da economia desta zona inibirá a emigração irregular ao território americano.

"Para 2019, se fixará o salário mínimo geral (diário) em 102,68 pesos (cerca de 5 dólares); e em 176,72 pesos (8,7 dólares) na zona livre da fronteira norte", disse em entrevista coletiva Luisa María Alcalde, secretária do Trabalho. Atualmente, o salário mínimo geral no México é de 88,36 pesos (4,3 dólares) por dia.

Leia também:
Trump diz que México vai pagar por muro na fronteira através de novo acordo


"Trata-se no nível nacional de um aumento de 16,21%, enquanto que nos municípios que formam a zona fronteiriça, o salário mínimo vigente em 2018 será duplicado", explicou Alcalde.

O projeto de orçamento para 2019 que o governo do presidente Andrés Manuel López Obrador entregou no sábado ao Congresso contempla "um pacote de estímulos para os municípios da fronteira norte".

Veja também

Senadores republicanos barram votação de lei que garante acesso ao voto nos EUA
EUA

Senadores republicanos barram votação de lei que garante acesso ao voto nos EUA

Israel alerta para possível nova onda de coronavírus
Covid-19

Israel alerta para possível nova onda de coronavírus