Emergência

Moradores evacuados por inundação em obras de hidrelétrica na Colômbia

Cerca de 600 pessoas deixam Porto Valdívia por causa da cheia do rio Cauca que alimenta o maior projeto hidrelétrico do país. Segundo autoridades, ação é preventiva

Hidrelétrica Rio Cauca, ColômbiaHidrelétrica Rio Cauca, Colômbia - Foto: AFP

Cerca de 600 pessoas devem ser evacuadas no noroeste da Colômbia devido à inundação no rio que alimenta o maior projeto hidrelétrico que está sendo construído no país - informaram autoridades neste domingo (13).

Os moradores de Puerto Valdivia estão em alojamentos na zona urbana da cidade, após a cheia do rio Cauca, no departamento de Antioquia.

"Evacuamos Puerto Valdivia, as ações são preventivas. As águas do rio Cauca entraram na casa de alguns moradores, mas não há feridos nem mortos, apenas danos materiais", disse à AFP Victoria Ramírez, secretária do governo de Antioquia.

A emergência se originou em uma falha geológica que bloqueou os túneis da represa cuja construção começou em 2010. A forte temporada de chuvas também contribuiu para as enchentes.

Aproximadamente 170.000 habitantes de 12 municípios vivem na zona das obras. Os moradores são, em sua maioria, pescadores, garimpeiros e agricultores que pediram ajuda antes da emergência.

"O rio varreu todas as ferramentas, moinhos, tudo o que havia ao seu redor [...] Esperamos que as comunidades ribeirinhas sejam atendidas", disse o governador Guillermo Builes, segundo um vídeo divulgado por uma ONG ambientalista que se opõe ao projeto.

Veja também

Pandemia desacelera, mas EUA não se dispõe a abrir fronteiras como a UE
Internacional

Pandemia desacelera, mas EUA não se dispõe a abrir fronteiras como a UE

Itália suspenderá obrigatoriedade das máscaras ao ar livre em 28 de junho
Europa

Itália suspenderá obrigatoriedade das máscaras ao ar livre em 28 de junho