Mundo

Morre veterana correspondente

Hollingworth morreu em Hong Kong

 

A veterana correspondente de guerra britânica Clare Hollingworth, que noticiou o início da Segunda Guerra Mundial, morreu ontem aos 105 anos. Hollingworth morreu em Hong Kong, onde morava há 30 anos.

A jornalista testemunhou os horrores da guerra no Vietnã, Argélia, Oriente Médio, Índia e Paquistão. Mas ela é mais lembrada pelo “furo”, ao anunciar o início da Segunda Guerra, em 1939, quando era apenas uma repórter iniciante, durante sua primeira semana trabalhando como jornalista do Daily Telegraph.

Usando um carro emprestado de um diplomata britânico para atravessar a fronteira entre a Polônia e a Alemanha, ela viu tanques alemães, carros blindados e armas, todos de frente para a Polônia e prontos para a ação.

 

Veja também

Oklahoma aprova lei que proíbe aborto desde a fecundação
Estados Unidos

Oklahoma aprova lei que proíbe aborto desde a fecundação

Países da aliança 'Cinco Olhos' apoiam processos por crimes de guerra na Ucrânia
Guerra

Países da aliança 'Cinco Olhos' apoiam processos por crimes de guerra na Ucrânia