Moscou critica EUA por prisão de suposto hacker russo

A polícia checa informou que prendeu, com a ajuda do FBI, um cidadão russo suspeito de "ter realizado ciberataques contra certos alvos americanos"

Sílvio Costa (PTdoB) é deputado federal e vice-líder da oposição na Câmara dos DeputadosSílvio Costa (PTdoB) é deputado federal e vice-líder da oposição na Câmara dos Deputados - Foto: Divulgação

Moscou acusou, nesta quinta-feira (20), Washington de perseguir seus cidadãos e afirmou que vai se opor à extradição de um homem russo detido em Praga, suspeito de ser o autor de ataques informáticos nos Estados Unidos.

A polícia checa informou na quarta-feira que prendeu, com a ajuda do FBI, um cidadão russo suspeito de "ter realizado ciberataques contra certos alvos americanos".

A porta-voz do Ministério de Relações Exteriores russo, Maria Zajarova, disse a jornalistas que a prisão constitui "o exemplo mais recente de como as autoridades americanas perseguem cidadãos russos no mundo todo".

Zajarova confirmou as informações dos meios russos de que o suspeito se chama Yevgeny Nikulin.

Disse, ainda, que "o Ministério de Relações Exteriores russo e a embaixada em Praga estão trabalhando ativamente com as autoridades checas para impedir a extradição deste cidadão russo para os Estados Unidos".

Recentemente, os Estados Unidos acusaram a Rússia de ter organizado ciberataques para influenciar na sua campanha presidencial.

A campanha da candidata presidencial americana Hillary Clinton afirma que o país está por trás de um vazamento constrangedor de e-mails do Comitê Nacional Democrata.

Segundo Washington, a Rússia quer favorecer o candidato republicano Donald Trump, que já elogiou o presidente russo, Vladimir Putin, e defendeu o estabelecimento de melhores relações com Moscou.

No domingo, Putin rejeitou estas acusações e afirmou que Washington utiliza a Rússia para "desviar a atenção dos eleitores dos seus problemas".

As relações entre os Estados Unidos e a Rússia são tensas devido à incapacidade de ambos os países para encontrar soluções para os conflitos sírio e ucraniano.

A polícia checa não informou se a prisão está relacionada com estas acusações, e a Casa Branca disse que não podia das mais detalhes porque há uma investigação em curso.

Veja também

Programa Mundial de Alimentos alerta para situação 'extremamente grave' no Iêmen
FOME

Programa Mundial de Alimentos alerta para situação 'extremamente grave' no Iêmen

Movimento contra o racismo revela preconceitos na Ásia contra a pele escura
Racismo

Movimento contra o racismo revela preconceitos na Ásia contra a pele escura