Motorista é preso na Finlândia após atropelar quatro pedestres

"Nada permite pensar, por enquanto, que foi intencional", afirmou um porta-voz da polícia

A medida vai devolver à Aldeia a sede da 3ª Companhia, que havia sido desativada em janeiro passado ainda na gestão anterior. A medida vai devolver à Aldeia a sede da 3ª Companhia, que havia sido desativada em janeiro passado ainda na gestão anterior.  - Foto: Lins Andrade

A polícia finlandesa prendeu neste sábado (31) um motorista de Helsinque que atropelou e feriu quatro pessoas, duas delas gravemente, em um ato que, a princípio, não foi intencional.

O acidente ocorreu em um estacionamento no centro da capital, assinalou a polícia à agência de notícias STT.

"Nada permite pensar, por enquanto, que foi intencional", afirmou um porta-voz da polícia, Henri Helminen, ao jornal Helsingin Sanomatun, sem dar detalhes sobre a identidade do motorista.

O jornal publicou em sua página na web uma foto do carro, que bateu de frente em outros dois automóveis.

Como outras capitais europeias, Helsinque reviu as medidas de segurança necessárias para as festividades de Ano Novo.

As comemorações deste ano marcam o centenário da Finlândia, país que declarou sua independência em 1917.

Veja também

'Rezem' pela equipe de Biden, diz Trump em seu último dia na Presidência
Estados Unidos

'Rezem' pela equipe de Biden, diz Trump em seu último dia na Presidência

Soldado dos EUA é preso por querer ajudar Estado Islâmico a atacar americanos
Terrorismo

Soldado dos EUA é preso por querer ajudar Estado Islâmico a atacar americanos