Mudanças climáticas podem sobrecarregar rede elétrica dos EUA , diz estudo

Pesquisas anteriores já tinham se centrado em como as necessidades energéticas cresceriam devido às mudanças climáticas

Postes de energia elétricaPostes de energia elétrica - Foto: Marcos Santos/USP Imagens

À medida que o planeta se aquece por causa das mudanças climáticas e os dias quentes são mais comuns, a rede elétrica americana não será capaz de cobrir as necessidades energéticas máximas no fim do século, alertaram cientistas nesta segunda-feira.

O custo de modernizar a rede elétrica americana para que possa fazer frente à máxima demanda pode ser da ordem de 180 bilhões de dólares, segundo o informe das atas da Academia Nacional de Ciências."Embora a rede elétrica esteja construída para suportar a carga máxima, nossas descobertas têm implicações na construção de custosas capacidades de geração de energia", destacou o estudo.

Pesquisas anteriores já tinham se centrado em como as necessidades energéticas cresceriam devido às mudanças climáticas, principalmente porque as pessoas iriam usar mais energia para manter a temperatura necessária.

Este estudo também considera o efeito do calor, cada vez mais frequente e intenso, nos picos da demanda de eletricidade ou a quantidade máxima de energia que uma área determinada precisa em um momento dado.

No entanto, algumas áreas provavelmente vão usar menos energia, como as zonas do noroeste dos Estados Unidos, onde os dias frios serão mais intensos.

Mas em outras regiões, como no sul dos Estados Unidos, "seria possível experimentar um aumento no número de picos de uso da eletricidade, já que os dias quentes serão mais frequentes", acrescentou o estudo.

Estes saltos nos grandes picos de demandas de eletricidade "poderiam exigir investimentos substanciosos da rede elétrica americana na capacidade de geração de energia".

Aumentar o uso da energia solar para satisfazer à demanda "poderia suavizar algum pico de demanda", acrescentou o estudo, advertindo, no entanto, que nem sempre os dias ensolarados coincidem com dias de calor.

Os Estados Unidos são o segundo maior produtor e consumidor de eletricidade do mundo depois da China.

Veja também

EUA não suspenderão proibições a viagens, apesar do anúncio de Trump, diz porta-voz de Biden
Pandemia

EUA não suspenderão proibições a viagens, apesar do anúncio de Trump, diz porta-voz de Biden

Oxigênio enviado a Manaus pela Venezuela cruza fronteira com o Brasil
Solidariedade

Oxigênio enviado a Manaus pela Venezuela cruza fronteira com o Brasil