Mulheres protestam em Caracas após suspensão do referendo contra Maduro

Passeata das "resteadas" (corajosas) foi convocada por esposa do opositor preso, Leopoldo López, e outras dirigentes opositoras

Advogado Gustavo GuedesAdvogado Gustavo Guedes - Foto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

Um grupo de mulheres, lideradas por Lilian Tintori, esposa do opositor preso Leopoldo López, vai organizar uma passeata neste sábado (22) em Caracas contra a suspensão do processo de referendo revogatório contra o presidente Nicolás Maduro, medida que a oposição considera uma ruptura da ordem constitucional.

"A democracia a conquistaremos nas ruas, em Unidade, de forma pacífica organizada. Venezuela resteada (corajosa) será liberada!", escreveu Tintori no Twitter neste sábado, em uma convocação à passeata.

A oposição advertiu na sexta-feira que "chegou a hora" de definições no país, depois que o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) adiou até nova ordem a coleta de quatro milhões de assinaturas necessárias (20% do padrão eleitoral) para convocar a consulta contra Maduro.

O ex-candidato à presidência Henrique Capriles, em uma entrevista coletiva da coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD), anunciou para quarta-feira uma grande mobilização nacional. "Vamos tomar a Venezuela de ponta a ponta", disse.

O vice-presidente Aristóbulo Istúriz, ao mesmo tempo, garantiu que os representantes do governo e da oposição se reunirão no fim de semana, de maneira separada, com um grupo de mediação internacional liderado pelo ex-chefe de Governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero para tentar formalizar um diálogo sobre a crise.

A passeata das "resteadas" (corajosas) foi convocada por Tintori e outras dirigentes opositoras, como a ex-deputada María Corina Machado, antes do anúncio da MUD de manifestações na quarta-feira, mas a decisão do CNE intensificou os apelos por protestos. "Hoje começa uma nova etapa de luta contra a ditadura", escreveu Machado no Twitter.

A passeata vai partir de três pontos da zona leste de Caracas e terminará com uma concentração na autoestrada Francisco Fajardo, a principal avenida da capital. O CNE justificou a suspensão do processo para o referendo revogatório por falhas judiciais de tribunais regionais que anularam uma coleta prévia de assinaturas por suposta fraude.

O presidente Maduro, que está em viagem pelo Oriente Médio, pediu na sexta-feira que "ninguém se torne louco" após a decisão do CNE e pediu calma no país. O presidente venezuelano chegou neste sábado ao Irã, após a primeira escala no Azerbaijão.

Veja também

Joe Biden promete vacinas eficazes para todos os adultos nos EUA antes do final de maio
Vacina

Joe Biden promete vacinas eficazes para todos os adultos nos EUA antes do final de maio

Alemanha deve relaxar restrições com testes em massa
Coronavírus

Alemanha deve relaxar restrições com testes em massa