'Não forcem os venezuelanos a voltar para casa', diz Alto Comissariado da ONU

Cerca de 3,7 milhões de pessoas deixaram a Venezuela, a maioria desde 2015

Refugiados venezuelanosRefugiados venezuelanos - Foto: Brenda Alcântara

Os venezuelanos que fogem do agravamento da crise no país merecem proteção como refugiados, afirmou a agência de refugiados da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira (21). O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) apelou aos países para que não deportem ou forcem os venezuelanos a voltar para casa.

Cerca de 3,7 milhões de pessoas deixaram a Venezuela, a maioria desde 2015, de acordo com a agência.

Leia também:
Venezuela coloca Guarda Nacional para impor racionamento de gasolina
ONU lança site para ajudar refugiados a encontrar emprego no Brasil
Imigrantes e refugiados: sonho de vida e desafio de sobrevivência

"É extremamente importante que, diante da situação na Venezuela, não haja deportações, expulsões ou retornos forçados", disse a porta-voz do Acnur, Liz Throssell, em entrevista.

Veja também

China usa teste anal com cotonete para detectar Covid-19 e diz que técnica é mais precisa
Testagem

China usa teste anal com cotonete para detectar Covid-19 e diz que técnica é mais precisa

Influencer italiana é acusada de incitar menina de 10 anos ao suicídio no Tik Tok
DESAFIO

Influencer italiana é acusada de incitar menina de 10 anos ao suicídio no Tik Tok