Naufrágio em lago do Missouri mata nove de mesma família

Segundo sobrevivente, dos 11 membros da família, nove morreram no naufrágio ocorrido em lago do Missouri

Vigília em igreja por vítimas do naufrágioVigília em igreja por vítimas do naufrágio - Foto: Michael Thomas /AFP

Uma mulher perdeu todos os seus filhos, o marido e seus sogros no naufrágio, provocado por uma súbita tempestade, de uma embarcação de turismo em um lago do estado americano do Missouri, que causou 17 mortos.

O acidente ocorreu na quinta-feira (19) à noite no lago Table Rock, perto da cidade de Branson, um destino popular entre os turistas. Em um vídeo gravado por uma testemunha, o barco é visto tentando alcançar a costa, em meio a ventos fortes, antes de ser engolido pelas ondas e afundar.

"Estou com o coração partido. Dos 11 que éramos, apenas dois sobreviveram, eu e meu sobrinho", declarou à Fox59, com a voz embargada, Tia Coleman, no hospital onde está internada. "Perdi todos os meus filhos, perdi meu marido, perdi minha sogra e meu sogro", além de outros parentes, afirmou à emissora de televisão de Indianápolis.

Leia também:
Naufrágio em lago do Missouri deixa 17 mortos


Segundo Coleman, o capitão da embarcação disse aos passageiros que "não precisariam" de coletes salva-vidas. "No início, a água não parecia ameaçadora", afirmou a mulher, convencida de que "muitas pessoas poderiam ter se salvado".

O New York Times cita outro membro desta família de Indianápolis, Carolyn Coleman, que afirmou que houve vítimas de três gerações, incluindo quatro crianças. A família havia alugado uma van para ir a Branson para sua viagem anual, disse ele ao jornal.

'Deixe-me morrer' 
Tia Coleman contou à rede KOLR da CNN sobre sua experiência: "Eu estava gritando, desesperada e, finalmente, disse: 'Deus, deixe-me morrer, deixe-me morrer'". Eventualmente ela conseguiu flutuar para a superfície.

A embarcação anfíbia, que pode se deslocar tanto por terra quanto por água, tinha 31 pessoas a bordo, segundo as autoridades. Vários passageiros conseguiram chegar sozinhos na praia. Na sexta-feira, Jason Pace, porta-voz da Patrulha Rodoviária do estado de Missouri, anunciou que todos os corpos das pessoas desaparecidas haviam sido recuperados.

Neste sábado, a polícia do condado de Stone confirmou à AFP a identidade das 17 vítimas, nove delas com o sobrenome Coleman. As vítimas que morreram têm entre 1 e 70 anos de idade, cinco delas tinham 15 anos ou menos.

O piloto está entre os mortos, segundo a polícia. Seis feridos foram hospitalizados. O outro tripulante, que sobreviveu, era o comandante da embarcação, propriedade da companhia Ripley Entertainment.

No Twitter, o presidente americano Donald Trump expressou suas "sinceras condolências" às famílias e parentes das vítimas.

"Ventos de 119 km/h"
O Table Rock é um lago artificial muito popular situado no sul do Missouri, na fronteira com o Arkansas. Na região foram registrados ventos de até 119 km/h que provocaram quedas de árvores e cortes no fornecimento de energia elétrica, informou Steve Lindenberg, meteorologista de Springfield, 72 km ao norte de Branson.

"Nossos corações estão cheios de pesar", disse a cidade de Branson em um comunicado. "Este é um momento desafiador para todos os envolvidos", lamentou. A sede da prefeitura de Branson foi aberta para atender às vítimas, seus familiares e sobreviventes, com a ajuda da Cruz Vermelha e de funcionários locais.

A tempestade "chegou muito rápido", disse por telefone à AFP Rick Kettels, proprietário do Lakeside Resort, um complexo hoteleiro às margens do lago. "Vivi aqui a maior parte da minha vida e nunca tinha visto uma tempestade assim tão terrível", declarou, acrescentando que o serviço meteorológico não alertou sobre sua iminência.

Kettels gravou um vídeo da margem antes de saber do naufrágio. Nas imagens, viam-se grandes ondas batendo no píer. "Olhando as ondas, não acho que o barco tenha tido qualquer chance", afirmou. "(Os socorristas) chegaram lá rapidamente", disse a testemunha ocular Curt Elleman à MSNBC.

"O primeiro resgate foi de barcos particulares (...) e eles começaram a retirar as pessoas imediatamente", disse. O National Transportation Safety Board (NTSB) enviou uma equipe para investigar.

A companhia Ripley Entertainment, proprietária da embarcação, disse, por meio de sua porta-voz Suzanne Smagala-Potts, que fará "tudo o que puder para ajudar as famílias que se viram envolvidas, assim como as autoridades, enquanto continuarem os trabalhos de busca e resgate".

O incidente no Missouri aconteceu em meio a uma tempestade que castigou boa parte do Meio-Oeste na quinta-feira, segundo os meteorologistas. Vários tornados se formaram no estado de Iowa, ao norte do Missouri, deixando feridos e causando danos materiais.

Veja também

Confinamento contra Covid-19 é útil para América Latina? Depende, diz FMI
Coronavírus

Confinamento contra Covid-19 é útil para América Latina? Depende, diz FMI

Vacinas mantêm eficácia alta contra variante indiana, dizem estudos
Coronavírus

Vacinas mantêm eficácia alta contra variante indiana