Netanyahu nega delito, antes de ser interrogado pela polícia

O primeiro-ministro israelense suspeito de ter recebido "presentes ilegais" por parte de empresários, defendeu-se nesta segunda-feira (02)

De acordo com Diogo Moraes, o diálogo com a nova presidente Manuela Marinho, bem como sua equipe, será fundamental para as próximas etapas das obras estruturadoras em curso na região. De acordo com Diogo Moraes, o diálogo com a nova presidente Manuela Marinho, bem como sua equipe, será fundamental para as próximas etapas das obras estruturadoras em curso na região.  - Foto: Divulgação

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, suspeito de ter recebido "presentes ilegais" por parte de empresários, defendeu-se nesta segunda-feira (02) de toda acusação de atos reprováveis, poucas horas antes de ser interrogado pela polícia.

"O que disse eu repito: não falarei nada porque não há nada", declarou durante uma reunião de seu partido, o conservador Likud, no Knesset (parlamento), segundo um vídeo online na página do Facebook de Netanyahu.

Veja também

Tem início cortejo fúnebre do príncipe Philip, marido de Elizabeth II
Realeza britânica

Tem início cortejo fúnebre do príncipe Philip, marido de Elizabeth II

Rainha Elizabeth compartilha foto dela com príncipe Philip nas redes sociais
Família Real

Rainha Elizabeth compartilha foto dela com príncipe Philip nas redes sociais