No México, grupo armado abre fogo para resgatar detido

Caso foi em Guanajuato, onde há forte presença do crime organizado. Quatro pessoas morreram, incluindo o resgatado

Perseguição deixou quatro mortos no MéxicoPerseguição deixou quatro mortos no México - Foto: Divulgação

Um grupo armado abriu fogo e invadiu um prisão para resgatar um detido em Guanajuato, estado no centro do México com forte presença do crime organizado, gerando uma perseguição que deixou quatro mortos, entre eles um juiz, informou o governo local nesta sexta-feira (19).

Na tarde de quinta (18), os criminosos chegaram ao local em pelo menos três caminhonetes do Comando Norte da cidade de Celaya e, trajando uniformes táticos da polícia, conseguiram despistar autoridades e entrar pela porta principal, informou o governo de Celaya em um comunicado. "Renderam agentes da polícia municipal e entraram nas instalações para levar uma pessoa chamada Armando N., que estava preso por crimes relacionados a tráfico de drogas."

Durante a fuga, o grupo atirou em um juiz e em outro preso. O primeiro morreu enquanto recebia primeiros-socorros em um hospital, e o segundo faleceu no local. Depois, durante uma troca de tiros com agentes, "duas pessoas do grupo criminoso perderam a vida, entre elas o indivíduo que havia sido libertado do Comando Norte momentos antes", afirmou o governo.

Veja também

Anvisa inspeciona empresa parceira na produção da Sputnik V
Vacina

Anvisa inspeciona empresa parceira na produção da Sputnik V

Apple vê lucro saltar 29% para US$ 28,7 bilhões, um recorde
Economia

Apple vê lucro saltar 29% para US$ 28,7 bilhões, um recorde