Nobel de Economia premia trio pelo combate à pobreza no mundo

“Os premiados deste ano introduziram uma nova abordagem para obter respostas confiáveis sobre as melhores formas de combater a pobreza global”, frisou a academia

O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram os premiadosO indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram os premiados - Foto: Jonathan Nackstrand / AFP

O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram premiados nesta segunda-feira (14) com o Prêmio Nobel de Economia pela sua “abordagem experimental para aliviar a pobreza global”.

“Os premiados deste ano introduziram uma nova abordagem para obter respostas confiáveis sobre as melhores formas de combater a pobreza global”, frisou a academia na apresentação dos escolhidos para o Nobel da Economia.

Leia também:
Primeiro ministro da Etiópia recebe Prêmio Nobel da Paz
Olga Tokarczuk e Peter Handke ganham o Nobel de Literatura
Nobel de Química premia desenvolvimento de baterias que carregam mais rápido


Abhijit Banerjee, do Massachusetts Institute of Technology, Cambridge, nos Estados Unidos, nasceu em 1961, na Índia. O norte-americano Michael Kremer, da Universidade de Harvard, EUA, nasceu em 1964.

A francesa Esther Duflo, nasceu em 1972. Duflo é a mais jovem vencedora a receber este Nobel, além de ser a segunda mulher a conseguir o feito.

Veja também

Venda de 60 milhões de doses de vacina na América Latina amplia pressão sobre Brasil
Coronavírus

Venda de 60 milhões de doses de vacina na América Latina amplia pressão sobre Brasil

Anel indiano com 12.638 diamantes bate recorde mundial
Mundo

Anel indiano com 12.638 diamantes bate recorde mundial