Nobel de Economia premia trio pelo combate à pobreza no mundo

“Os premiados deste ano introduziram uma nova abordagem para obter respostas confiáveis sobre as melhores formas de combater a pobreza global”, frisou a academia

O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram os premiadosO indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram os premiados - Foto: Jonathan Nackstrand / AFP

O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram premiados nesta segunda-feira (14) com o Prêmio Nobel de Economia pela sua “abordagem experimental para aliviar a pobreza global”.

“Os premiados deste ano introduziram uma nova abordagem para obter respostas confiáveis sobre as melhores formas de combater a pobreza global”, frisou a academia na apresentação dos escolhidos para o Nobel da Economia.

Leia também:
Primeiro ministro da Etiópia recebe Prêmio Nobel da Paz
Olga Tokarczuk e Peter Handke ganham o Nobel de Literatura
Nobel de Química premia desenvolvimento de baterias que carregam mais rápido


Abhijit Banerjee, do Massachusetts Institute of Technology, Cambridge, nos Estados Unidos, nasceu em 1961, na Índia. O norte-americano Michael Kremer, da Universidade de Harvard, EUA, nasceu em 1964.

A francesa Esther Duflo, nasceu em 1972. Duflo é a mais jovem vencedora a receber este Nobel, além de ser a segunda mulher a conseguir o feito.

Veja também

Fadiga persistente é frequente após Covid-19, aponta estudo
Coronavírus

Fadiga persistente é frequente após Covid-19, aponta estudo

Entre falta de dinheiro e pandemia, ONU funciona lentamente
Notícias

Entre falta de dinheiro e pandemia, ONU funciona lentamente