Novo terremoto atinge região central da Itália

Epicentro ocorreu a uma profundidade de 13 km, na província de Macerata, região de Marcas

Heráclito, obra de Hendrick ter BrugghenHeráclito, obra de Hendrick ter Brugghen - Foto: Reprodução/Internet

Um terremoto de magnitude 4 na escala Richter atingiu a zona central da Itália nessa segunda-feira (7). O epicentro ocorreu a uma profundidade de 13 km, na província de Macerata, região de Marcas.

Exatos 20 minutos depois, houve uma réplica de 2.9 graus, 9 km abaixo do solo. Segundo o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (Ingv), 17 cidades estão a até 20 km de distância do epicentro, com uma população total de 18,8 mil pessoas.

Entre elas, estão Norcia, Arquata del Tronto, Visso, Ussita, Preci e Castelsantangelo sul Nera, já devastadas pelos tremores que vêm sacudindo o centro do país desde 24 de agosto. Apenas nesta segunda-feira, 172 atividades sísmicas foram registradas na mesma região, a maioria delas com magnitudes entre 2.0 e 3.0.

A mais forte foi a de 4.0, mas até o momento não há registros de danos ou vítimas. "Não senti, estava em Porto Sant'Elpidio para acertar com os pais dos jovens desabrigados como fazer com a escola. É triste, mas posso dizer que já estamos acostumados com um terremoto de força 4", disse o prefeito de Visso, Giuliano Pazzaglini.

A série de terremotos no centro da Itália já deixou 299 mortos e um rastro de destruição em cidades e vilarejos históricos das regiões de Marcas, Úmbria e Lazio.

Veja também

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico
Plebiscito

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico

Piñera vota em plebiscito no Chile sobre mudança na Constituição
Chile

País sai às urnas neste domingo (25) para decidir sobre a elaboração de uma nova Constituição